Para que existe a fotografia?

12 de julho de 2017
Para que existe a fotografia? Que sentido tem arriscar a vida fazendo o que muitos até acham que não é uma "profissão"? Por que insisti por 31 anos ser o que sou. Fazer o que faço mesmo que isso tenha significado, por muito tempo em minha vida, ganhar pouco e trabalhar muito.

Médicos e advogados são profissionais, quando abraçam a profissão por vocação, admiráveis. Mas minha família era repleta dos dois. As estantes abarrotadas de livros de direito. Mas para mim não havia mistério nessas profissões. Nem aventura, nem suficiente poesia para me emocionar.

Por que existe a fotografia? Talvez seja a última casa onde possam morar os ingênuos, os poetas, os quixotes, os librianos, os que amam irresponsavelmente e creem nas coisas lá do céu.

Sinto que em meio à tormenta deste mundo a fotografia é a mais segura nau movida a afeto e capaz de navegar pelo mais salgado mar.

A fotografia dá ordem ao caos. Unge de beleza o corpo quase desfalecido deste mundo obscuro. Fotografar é brincar com a criação, é bater na porta de Deus e pedir um pouco de luz emprestada, é rir da escuridão, é conversar com estranhos e amar suas histórias, é esquecer da política e da tolice do poder, é subverter o fim ao sempre recomeçar.

Tenho no peito uma câmera, um relógio de ver, um pequeno aparelho que alimento com luz e que me agradece com seus sentimentos maquinais.

Osvaldo Santos Lima
osvaldo@omicronfotografia.com.br

POSTS RELACIONADOS