Precisamos falar de Robert Frank e de seu trabalho “The Americans” | Blog da Omicron

11 de setembro de 2019

Ontem, o mundo fotográfico se despediu do grande fotógrafo e cineasta Robert Frank

Aos 94 anos, ele deixou um valioso legado para a fotografia documental, do qual destacamos o trabalho: The Americans. E nada mais justo do que homenageá-lo, falando deste projeto fotográfico aqui no blog. ;) 



O fotógrafo e cineasta Robert Frank. Foto: Thomas Hoeper/Magnum Photos.


Um eterno forasteiro 


Nascido em Zurique, Suíça, Frank migrou aos Estados Unidos para estudar com uma bolsa Guggenheim.  

Chegou ao país na década de 1950, justamente no período pós-Segunda Guerra Mundial/primeiros anos de Guerra Fria, sob o qual os EUA vendiam para o mundo (e para si mesmo) o “American Way of Life”. 


Foto do livro “The Americans”: Parade — Hoboken, New Jersey.

A prosperidade que o fotógrafo acreditou que encontraria foi substituída por um cenário duro e melancólico: diferenças sociais marcantes, discriminação racial, injustiças, solidão e alienação.  


Foto do livro “The Americans”: Charleston, South Carolina. 

Foi então que Frank tomou uma importante decisão: a de mostrar a América aos americanos. 

Nascia ali o seu projeto fotográfico “The Americans”. 

“Eu cheguei aonde queria chegar, mas não era o que eu esperava. Eu continuo sendo um forasteiro.” Robert Frank 


A fotografia documental em The Americans 


Durante meses, o fotógrafo suíço percorreu o país norte-americano de carro, registrando com sua câmera tudo o que encontrava. 


Foto do livro “The Americans”: Navy Recruiting Station, Post Office - Butte, Montana. 

Mas diferentemente da estética fotográfica hollywoodiana valorizada na época, trouxe fotos que foram definidas pela revista Popular Photography como “borrões sem sentido, grãos, exposições enlameadas, horizontes bêbados e negligência geral".



Foto do livro “The Americans”: Elevator - Miami Beach.

O incômodo não era apenas pela estética - que hoje, já a incorporamos no documental e street photography - mas também pela realidade "imperfeita" que suas imagens expunham. 


Foto do livro “The Americans”: Car Accident – U.S. 66, between Winslow and Flagstaff, Arizona.

Tanto que no lançamento do livro, em 1958, foi acusado pelo povo americano de "manchar" a imagem de seu país acolhedor.


Foto do livro “The Americans”: New York City. 


Exposição The Americans no Brasil


Em 2017, o Instituto Moreira Salles trouxe a exposição “The Americans” para o Brasil e nossa equipe teve a honra de poder vê-la de perto. 

Se você não pode vê-la, temos uma ótima notícia: nós registramos tudo e compartilhamos em nosso canal do YouTube. Confira o vídeo:



Até a próxima! 

POSTS RELACIONADOS