Renda Extra: Dicas de como ganhar dinheiro com a fotografia | Blog da Omicron

5 de junho de 2019

Uma das maiores dúvidas dos novos fotógrafos é a de como ganhar dinheiro com a fotografia. Já de cara, podemos dizer que, infelizmente, não existe fórmula mágica e que só a paixão em fotografar não é suficiente para ser bem remunerado. É necessário que o fotógrafo estude, pratique e se dedique muito para ser reconhecido por seu trabalho. Mas a boa notícia é que mesmo sem uma fórmula exata, existem dicas que poderão ajudá-lo a chegar lá. 

Confira abaixo, dicas essenciais para começar a ganhar dinheiro seja você um futuro fotógrafo profissional ou um fotógrafo amador em busca de uma renda extra.

Como ganhar dinheiro com a fotografia:


1º) Estude


Um fotógrafo deve sempre estar estudando e se atualizando para identificar nichos de mercado, oportunidades de crescimento para seu negócio, fechar mais parcerias e conseguir mais clientes.  

Por que estudar?
Porque ao mostrar conhecimento, qualidade e domínio fotográfico, você ganha mais credibilidade e valor de mercado.

Mas o quê estudar?
Enquanto você começa a fotografar, sugerimos estudar em paralelo:  
  • Fotografia, é claro!
    Investir em cursos de fotografia, workshops e palestras, aumentam seu domínio técnico. Assim, você poderá oferecer fotos mais elaboradas e surpreendentes aos seus clientes

  • Tendências no cenário fotográfico
    É importante identificar oportunidades, tendências e novidades tecnológicas de mercado que “conversem” com o que você acredita em seu trabalho fotográfico para mantê-los sempre atrativos, lucrativos e atualizados de acordo com a demanda. 

  • Administração
    Ser fotógrafo é também ser empresário e administrador. Sim, você terá de calcular gastos, depreciação de equipamento, valor do serviço, tempo gasto com a edição, deslocamento, lucro… Estudando como administrar seu negócio você terá mais noites de sono e menos prejuízos.

  • Marketing
    Para que seus clientes encontrem seus serviços de fotografia, você precisa divulgá-los. Você não precisa ser PhD em Marketing, mas é bom ter noções básicas sobre o assunto e falamos disso nesse post aqui.

2º) Estabeleça um foco  


Responda à pergunta: “Em qual área da fotografia você se vê feliz em trabalhar e ganhar dinheiro?” . 

Respondeu? Pronto! Agora você já sabe em qual área ter foco, com qual público/futuros clientes conversar e onde investir conhecimento, dinheiro e tempo.

Por exemplo, se você ama a dinâmica espontânea de casamentos e ensaios ao ar livre, será que vale a pena investir na construção de um estúdio e em todo o equipamento que ele engloba (flashes, tripés, girafas, softbox, entre outros)? Será que ao invés de “bancar” um local, não valha mais a pena alugá-lo apenas quando precisar?

Recapitulando até aqui: estude, tenha foco e evite prejuízos sem necessidade.

3º) Mão na massa: seja um assistente de fotografia


Agora que você já tem uma breve noção de qual área gostaria de atuar, por que não busca uma vaga de assistente de fotógrafo com aquele profissional que tanto admira e atua justamente no nicho do seu interesse?

Ser um assistente não é ser menos fotógrafo. É ter sabedoria e humildade para aprender com outros profissionais. - Sem contar o networking com outros fotógrafos e clientes que podem surgir a partir dessa experiência.

4º) Edite imagens


Você sabia que existem excelentes fotógrafos que não gostam de editar ou simplesmente não têm tempo para isso? Eis aí a sua oportunidade de renda extra enquanto busca um lugar ao Sol na fotografia: edite as fotos para eles.

5º) Trabalhe com banco de imagens


Outra oportunidade de renda extra: venda suas fotos para bancos de imagens.

É muito simples, você se cadastra no site do banco de imagens (algumas sugestões: Shutterstock, Fotolia by Adobe e iStock/Getty Images), encaminha algumas imagens para avaliação e se aprovado, está tudo certo! Pode começar a vender suas fotos ali. :D

“Mas eu não sei fazer fotos tão complexas para serem vendidas!”

Não se deixe levar pela frase acima. Empresas, portais, meios de comunicação e agências de publicidade precisam de fotos simples a todo momento para ilustrar sua comunicação. Eles não vão em busca de um fotógrafo profissional a todo instante pelo custo, eles vão direto aos bancos de imagem.

Imagine uma foto simples, mas bonita de uma maçã sobre um prato. Ela pode ser utilizada para ilustrar artigos em portais de saúde e em materiais de divulgação de médicos e nutricionistas. Ou então, uma foto de uma bela paisagem do campo pode ser escolhida por uma revista para falar de festas juninas.

6º) Venda fotos impressas


Mais uma oportunidade de renda extra: venda suas fotos impressas!

Você pode propor parcerias com lojas de decoração e restaurantes de sua cidade para decorar e vender seus lindos registros. ;)

7º) Seja um freelancer


Outra maneira bacana de começar a formular um portfólio para conseguir clientes e ganhar dinheiro fotografando é sendo freelancer.

O que é um freelancer, também carinhosamente chamado de "freela": É um profissional liberal, que presta serviços de forma autônoma para pessoas ou empresas, por determinado período de tempo, normalmente previsto em contrato.

Muitas agências de publicidade e empresas precisam de fotografias bem produzidas e próprias - ou seja, que não venham de banco de imagens - para ilustrar suas redes sociais.  


Esperamos que tenha gostado das nossas dicas e que elas tragam um bom retorno financeiro a você. ;) 
Até a próxima!

POSTS RELACIONADOS