Tom Lisboa

Disciplina(s):

-Linguagem Fotográfica II
-Fotografia Autoral
-Sistemas Expositivos Contemporâneos - o meio como fim

DESCRIÇÃO DO PROFESSOR

Histórico:
Tom é natural de Goiânia/GO. Mestre em Comunicação e Linguagens, atua como artista visual , professor de cinema e fotografia, curador independente e está radicado em Curitiba desde 1987.Em 2018, recebeu do governo britânico o prêmio Chevening Awards para cursar o Mestrado em Fotografia e Cultura Urbana na Goldsmiths, University of London. Em 2012, recebeu o Prêmio FUNARTE Marc Ferrez de Fotografia e, em 2005, o Prêmio Porto Seguro de Fotografia, na categoria pesquisas contemporâneas, com a série polaroides (in)visíveis. Neste mesmo ano, foi ainda mapeado pelo Rumos Itaú Cultural.Em 2004, publicou sua dissertação de mestrado intitulada "Entre a estatueta do Oscar e o Oscar da estatueta"; em 2011, o livro de fotografias do balé O Grande Circo Místico, de Chico Buarque e Edu Lobo; e, em 2013, o resultado de sua experiência na "ação urbana LUGAR: PARANÁ" (viabilizado pelo Prêmio Marc Ferrez).Em 2013 e 2018 foi curador do CLIF - Curitiba Luz Imagem Fotografia) e trabalhou na equipe curatorial da Bienal Internacional de Curitiba (2009, 2013, 2014, 2016 e 2017).Foi um dos artistas convidados da Bienal de Cerveira(2013), em Portugal; Photovisa(2015), na Rússia e Encuentros Abiertos(2008), na Argentina. Participou ainda dos principais festivais de fotografia do país (Paraty em Foco, Fest POA, Foto Arte, Semana da Foto em Curitiba). Em 2011, sua produção foi incluída na mostra organizada por Eder Chiodetto "Geração 00 - A Nova Fotografia Brasileira", que mapeou importantes contribuições surgidas na primeira década do século XXI na área da fotografia.Integra a coleção Porto Seguro, Joaquim Paiva, do Governo do Estado do Paraná, da Galeria Graça Landeira, da Casa da Onze Janelas e do MAC Campinas.