3 passos fundamentais de como ganhar dinheiro com fotografia | Blog da Omicron

26 de julho de 2017
Profissão: Fotógrafo.

A definição acima, apesar de simples e direta, traz algo importante: o sonho de muitas pessoas de viver de fotografia, fazendo o que gostam

Independente da área de interesse - eventos, fotojornalismo, documentarismo, still life, ensaios, moda, newborn etc. - trabalhar com captação de imagens é um sonho possível. Yes, you can!  ;D É importante lembrar que este sonho não se limita aos conhecimentos técnicos fotográficos, olhar apurado ou equipamento.  Às vezes é necessário "mais" para ser um fotógrafo profissional. Mas "mais" o quê? 

Mais conhecimento sobre: finanças, administração, apresentação, questões contratuais, marketing etc. etc. etc. Ufa, bastante coisa, né? Ou seja, além de fotógrafo, é importante que você também seja um empresário e tenha uma visão holística sobre seu negócio. 

Se profissionalizar e ganhar dinheiro com a fotografia não é tarefa fácil, mas com organização, estudo e força de vontade, as coisas saem do papel.

Para ajudar no pontapé inicial e você começar a empreender, separamos dicas que são verdadeiros alicerces para sua empresa fotográfica. Confira! 

3 passos fundamentais para ganhar dinheiro com fotografia: 


1 - Prazer, aqui está o meu cartão 


Para passar credibilidade sobre o seu serviço, é importantíssimo investir na sua apresentação e imagem como fotógrafo profissional.

Esta apresentação não se resume a sua figura física, ela também se refere a seriedade que seu serviço fotográfico transmite ao cliente ao ter:

- Logo próprio - isso faz com que seu cliente crie uma lembrança de marca da sua empresa/serviço, ajudando-o na sua diferenciação no mercado;

- Cartão de visitas próprio, com boa impressão e informações diretas e objetivas, como nome, telefone, site e email para contato;

- Perfil profissional - e não pessoal - em rede sociais;

- Um site com seu portfólio e áreas fotográficas que atua (ex: se você se apresenta como um(a) fotógrafo(a) de família, seu portfólio deve ter sessões fotográficas de famílias);

- E um modelo de orçamento e contrato profissionais bem diagramados, com seu logo e dados para contato. Estes documentos devem estar, preferencialmente, salvos no formato PDF. Nada de enviar ao seu potencial cliente arquivos salvo no Word ou propostas de valores "perdidos" diretamente no corpo do email. 

#DicaOmicron: Vale a pena contratar um designer profissional para confeccionar um logo e um cartão de visitas exclusivos para seu negócio. 

Ainda sobre a apresentação, lembre-se de usar sempre roupas adequadas para o tipo de foto que você vai fazer. Como uma roupa social discreta e confortável para casamentos e eventos formais, por exemplo. 

2- Faça com que os clientes encontrem você! 


Reforçando a dica 01, crie canais de comunicação para que seus potenciais clientes saibam como é o seu tipo de serviço, possam pedir orçamentos, marcar sessões fotográficas e assim por diante.

Listamos abaixo dois canais para você estar presente:

1) Site com domínio próprio 


Antes de mais nada, o que é um domínio próprio? É ter um endereço virtual ou URL próprio, só seu. Chique, né? E as vantagens são muitas: ter este domínio é simples, dá um aspecto profissional ao seu serviço, permite que você tenha email personalizado (ex: contato@nomedasuaempresa.com.br) e vale o custo-benefício. 

Ainda não está convencido? Então se coloque no lugar do consumidor e analise: qual site te passa mais confiança: www.omicronfotografia.com.br (com domínio próprio) ou www.omicronfotografia.blogspot.com (URL fictícia)?  Com certeza, você escolheu a primeira opção, não é mesmo? 

Para ter um domínio próprio, escolha um nome para seu site, confira se o endereço de site está disponível no Registro.br, compre seu domínio, escolha um local para hospedagem do site, escolha uma plataforma para administra-lo - como o Wordpress - e pronto! Parece complicado, né? Mas não é. E por isso, separamos alguns artigos da Hotmart e do Hostinger que vão te ajudar nesse processo. 

2) Redes Sociais 


Redes sociais têm muitas vantagens para o fotógrafo, pois: são gratuitas, permitem contato direto com o consumidor final, chamam a atenção através de fotos e vídeos com o seu portfólio que você publicar ou compartilhar ali e ainda é possível anúncios/publicidade dos seus serviços.  

Mas antes de criar os perfis da sua empresa, atenção a estes pontos: 

- Crie perfis profissionais para seu negócio
. Nada de misturar publicações sobre sua vida pessoal com as da sua empresa; 

- Não esteja em todas as redes sociais que você ver pela frente.
Escolha apenas as que você considera relevantes ao seu público para atuar e invista seu tempo e publicações nestas que escolheu. Redes sociais precisam de conteúdo periódico. Por isso, a pior coisa é criar perfis em dezenas de redes sociais e estas ficarem abandonadas por anos. Quando isso acontece, o cliente final tende a acreditar que a empresa já nem existe mais e que está vendo um perfil abandonado; 

- Vai atuar em mais de uma rede social? Utilize o mesmo nome em todas.
Ex: @omicronfoto é o nome do nosso perfil no Instagram, no Facebook e no Youtube. Isso facilita na hora dos nossos seguidores nos encontrarem. :D 


3 - Entregue um produto digno de recomendação 

 

Após fechar uma venda, foque em entregar a melhor experiência durante a sessão o melhor produto final possível. Afinal, seu cliente de hoje é a sua melhor propaganda de amanhã! 

Invista na qualidade, impressão e apresentação das fotos e esteja atento aos prazos acordados em contrato. 

#DicaOmicron: Se a entrega das fotos é apenas digital, ao invés de mandar as imagens pela internet, que tal fazer a entrega pessoalmente e em um pen-drive personalizado para que seu cliente guarde a lembrança? 

Esperamos que vocês tenham gostado das nossas dicas. :D 
Boas fotos e bons negócios, fotógrafos! 


POSTS RELACIONADOS